Editora Posto Seis

Editora Posto Seis
Av. Nossa Senhora de Copacabana, 1.133 loja 111
Cep. 22070-010 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 2523-7853 - Fax: (21) 2521-9597

Rock Balancing é a nova terapia carioca | Publicidade | Jornais de Bairros | Mapa Turístico | Contato

Jornal Posto Seis

Edição 393. Clique para ampliar...

Especiais Posto Seis

Edição 2014-04 Dia das Mães. Clique para ampliar...

Jornal Via Ipanema

Edição 80. Clique para ampliar...

Jornal Via Flamengo

Edição 86. Clique para ampliar...
SurfRio
Solar Meninos de Luz

Últimas Notícias


29/08/2014:
Cidade do Rio inicia segunda fase da vacinação contra HPV
Leia mais...
29/08/2014:
Por Dentro da TV
Leia mais...
28/08/2014:
Encontro Mundial de Pintura ao Ar Livre volta a acontecer no Rio de Janeiro
Leia mais...
28/08/2014:
Festa caipira do Lar Paulo de Tarso será no dia 31 de agosto
Leia mais...
25/08/2014:
Museu da República divulga programação do Cineclube
Leia mais...
15/08/2014:
Município do Rio começa a vacinar contra Hepatite A na próxima segunda-feira
Leia mais...
14/08/2014:
Red Bull Sounderground leva música ao metrô carioca
Leia mais...

Rock Balancing é a nova terapia carioca

Raphaela Rangel

Uma nova arte curiosa que é possível ser visualizada com frequência no final da Praia do Leme, é o Rock Balancing, ou rocha de equilíbrio, praticada pelo artista Jose Chvaicer. Ele mistura elementos de arte, meditação e harmonia ao equilibrar pedras, uma sobre as outras, para resultar em belas esculturas. A finalidade da prática da arte é proporcionar a meditação, o bem-estar mental, a arte de design, além de estimular a concentração e a forte ligação com a natureza.

O artista, e também engenheiro, nasceu em Copacabana e recentemente reside no bairro. Ele conheceu a arte do Rock Balancing em 2006, quando foi morar no Canadá a trabalho, com a família e em um de seus passeios pelo grande lago Ontário, ele se encantou com um rapaz que praticava a arte no local. Recentemente chegou do Festival Internacional de Rock Balancing do Canadá, (BAWI), onde representou o Brasil, mas ele também já praticou a arte em outros países, como EUA, Sérvia, Israel e México. Após morar um ano em Toronto começou a realizar a técnica com mais frequência. "É o que acontece com a maioria dos artistas que fazem a arte com amor e vontade. Anteriormente eu fiz pintura e desenho, mas encontrei uma ligação maior no Rock Balancing, que assim como todas as outras artes quando praticadas, é preciso concentração, foco e principalmente estar relaxado" - comenta.

De acordo com ele, a atividade possui quatro técnicas. A primeira é conhecida como empilhamento, que refere-se ao posicionamento das pedras, uma sobre as outras, até chegar a uma certa altura, o que torna mais interessante. A segunda é chamada de equilíbrio, onde as pedras são postas, uma em cima da outra, em posições diferentes, até encontrar um ponto único. A terceira é o contrabalanço, que é o conjunto das pedras colocadas de forma desequilibrada proporcionalmente, uma sobre as outras e no topo é posta uma maior, para garantir o equilíbrio. A quarta técnica é uma mistura das três. Ele informou que atualmente no mapa do Rock Balancing existem registrados aproximadamente 1 mil artistas e acredita que no Brasil tenham muitos artistas individuais em oculto.

Chvaicer pratica o Rock Balancing como um hobby e para ele o mais interessante da arte é a ligação com a natureza que ela proporciona. "O mais legal da arte é a conscientização que ela nos permite sentir sobre a natureza. Ela transforma o objeto sem alma, em um objeto vivo. As pedras que estavam jogadas no chão acabam falando com cada pessoa que a observa, de uma forma diferente. Cada pessoa tem vários pré-conceitos, quando se deparam com a arte e um deles é a lógica inconsciente, quando alguém olha para as pedras equilibradas e no primeiro instante não acredita no que vê, pensa que é truque, que as pedras foram coladas de alguma forma. A imaginação para praticar é o limite, usando as formas e cores das pedras, o que é uma riqueza enorme. O melhor de tudo também é que essa arte é completamente livre e gratuita, qualquer pessoa pode realizar".

No final das praias do Leme e do Leblon, além da Praia Vermelha na Urca são os lugares onde Chvaicer pratica o equilibrismo de pedras, apesar dos espaços serem limitados, porque a maioria não conta com a presença de pedras propícias para a técnica. Ele também explica que após realizar a arte, sempre retira as pedras, para prevenir acidentes, ou seja, que caiam sobre as pessoas que estiverem ao redor, uma vez que o Rock Balancing é uma arte momentânea, em que a fotografia é o instrumento fundamental para o registro.


Arte feita por Chvaicer no Festival Internacional de Rock Balancing do Canadá (BAWI)

Exposições de imagens feitas da arte já foram realizadas por Chvaicer no Rio, como no Espaço Cultural do Alemão, onde ele conta que fez contato com pessoas incríveis e teve uma grande aceitação da comunidade. Na galeria Molduras, localizada na Av. Henrique Dumont, em Ipanema, há um quadro exposto, também com uma fotografia de seu trabalho artístico. Para quem quiser fazer encomendas de quadros com fotos do Rock Balancing feito pelo artista, basta entrar em contato com ele através do e-mail joch888@walla.com .

"A natureza vai fornecer as soluções, no momento em que o homem achar o equilíbrio e usa-lá balanceadamente".



FaceBook...
Flickr...
Mantenha-se informado:
 
Rio Turístico...
Turismo...
Resumo das Telenovelas...
Comunidade...
Gourmet...
P6 Saúde...
Mapa de Copacabana (1.3Kb)
Clique para fazer o download...
Mapa de Ipanema (1.4Kb)
Clique para fazer o download...
Locais de Distribuição:
CLIQUE AQUI!
 
Compras Coletivas...
Compartilhe...
Compartilhe...
Compartilhe...
Compartilhe...
Industria Virtual...

Os textos assinados são de responsabilidade dos autores,
que os cederam gentilmente e podem não refletir a opinião do editor.