top of page

Musical com repertório do carnaval de Salvador recebe duas versões no CCBB


(Foto: Paula Kossatz)

O espetáculo “Salvador, Anoiteceu e é Carnaval”, em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil desde o começo de março, traz uma novidade ao público: há duas versões sendo exibidas. A completa, indicada para o público acima dos 14 anos, pode ser vista de quarta a sábado, às 19h30m, e tem 90 minutos de duração; já a indicada para a família toda é encenada aos sábados e domingos, às 16h, com meia hora a menos. Ambas apresentam uma fábula contemporânea sobre o peso da vida profissional nas vidas das pessoas, embalada pelo repertório do carnaval de Salvador.


“São músicas que embalaram adolescências e vidas adultas até hoje”, conta o ator Pedro Verlings, também idealizador do projeto. “Quando convidei a Marcéli (Torquato) para escrever o texto, buscamos referências em ‘A Cigarra e a Formiga’, que mostra a cigarra cantando enquanto a formiga só trabalha. A ideia é trazer à tona essa questão do corporativismo muito forte. Onde estamos colocando nossa qualidade de tempo? Que tempo é esse que a gente emprega para nossa família e para o trabalho? Até que ponto a gente não extrapola? Até que ponto é nocivo? O que a gente sacrifica no dia a dia?”, propõe.


Por se tratar de uma fábula, a maneira de adaptá-la ao público adulto foi inserindo na peça temas como violência e sexualidade, que ficam de fora nas apresentações voltadas a todas as idades. “Por isso o espetáculo tem duas versões. Não é um trabalho infantil, mas as crianças também podem ver”. A única mudança em ambos são alguns cortes: cenário, figurino e todos os demais aspectos são idênticos, o que, segundo Verlings, é um desafio. “Os ensaios são uma loucura” É um exercício que, como ator há mais de 20 anos, eu nunca tinha vivido. Às vezes, ‘buga’ a cabeça porque há cenas da versão adulta que não há na livre”.


Até as músicas são as mesmas. “Elas falam de amor, religião… Não há nada proibido para a família. Temos Caetano Veloso, Margareth Menezes, Banda Eva, Cheiro de Amor, Ivete…” Na medida em que a pesquisa foi feita, outros que não podiam ficar de fora, como Dodô e Osmar, Luiz Caldas e Chiclete com Banana foram incluídos no repertório. “Pelo que a gente sabe, é o primeiro musical com repertório do carnaval de Salvador”, diz, continuando: “Muitas são lindas, mas a gente escuta no embalo do axé music e o Marcelo as trouxe de maneira dramática. ‘Beleza Rara’ é uma delas”, conclui.


Serviço: Temporada: até 2 de abril de 2023 | versão para público a partir de 14 anos: quarta, quintas, sextas e sábados, às 19h30, com duração de 90 minutos; versão para toda família: sábados e domingos, às 16h, com duração de 60 minutos | Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro II (Rua Primeiro de Março, 66, Centro) | Informações: 3808-2020 ou ccbbrio@bb.com.br | Valor do ingresso: R$ 30 (inteira) e R$15 (meia) | Estudantes, maiores de 65 anos e Clientes Ourocard pagam meia entrada | Ingressos adquiridos na bilheteria do CCBB ou antecipadamente pelo site bb.com.br/cultura

Comentários


Os comentários foram desativados.
bottom of page