top of page

Livro apresenta Copacabana como cenário de crimes


Um psicopata sequestra pessoas em Copacabana e as transforma em cobaias em um experimento. Essa sequência de crimes é descortinada no livro “Transplantados”, lançado pela escritora Érika Lyrio no final de agosto. Na trama, a investigadora Alessandra Lobo, junto com seu colega de trabalho, o escrivão Leandro Braga, se envolve em uma corrida contra o tempo para descobrir o responsável por todos esses ataques.


Érika, que é carioca, sonhava em ambientar uma história no Rio e optou por retratar Copacabana pela fama dessa localidade: “É um dos bairros mais conhecidos do mundo. Imaginei que, falando dele, a história teria maior alcance e chamaria mais a atenção”. Fã assumida de Raphael Montes, a escritora afirma que foi despertada a escrever algo na mesma linha após conhecer “Bom Dia, Verônica”, até então apenas um livro. “Li quando nem tinha o nome dele ou o da Ilana (Casoy, coatora da obra). Tive o insight de que poderia fazer um trabalho legal”, comenta, mencionando que apenas quando o material foi adaptado para uma série no Netflix sua ideia começou a sair do papel: “Me despertou depois da primeira temporada”.


Para escrever “Transplantados”, a escritora dedicou cerca de seis meses a pesquisa de todos os detalhes. “Primeiro busquei se seria viável um personagem com as características que o responsável pelos crimes tem. Tenho alguns amigos médicos, aproveitei um pouquinho para perguntar algumas coisas. Na parte policial, procurei informações sobre patentes, nomeações e dificilmente a gente ouve falar. Foi lento, mas muito legal de pesquisar”.


“Transplantados” é o segundo livro da Érika, que, em abril de 2021, lançou seu primeiro, “Andalyn”, uma distopia. Além desses dois trabalhos, assina diversos contos publicados em várias antologias. Em sua visão, o mercado literário brasileiro dos dias atuais é melhor que era no passado: “A passo de formiguinha, estamos conseguindo avançar. Hoje, mais facilidades em publicar. Além do modo tradicional (por meio de editoras), há a possibilidade de coparticipação e de lançar de forma independente, por impressão por demanda. Como leitora, gosto de livros estrangeiros, mas cresci minha coleção com livros nacionais. Hoje, leio mais estes”.


“Transplantados” está disponível em eBook no Amazon.

コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page