top of page

José Ribamar Garcia lança "Caminho dos Ventos", ambientado na Amazônia


Em meio às crescentes discussões acerca das mudanças climáticas, o escritor José Ribamar Garcia lança o livro "Caminho dos Ventos" em uma live no Instagram do Portal Arte Cult (@artecult) o dia 13 de outubro, às 20h. O material, ambientado na Amazônia, mostra a luta dos sertanejos nordestinos atraídos pela extração da borracha, e acontecimentos que fazem parte da história do Brasil.


“Caminho dos Ventos” é uma generosa lufada de ar nessa grande floresta onde até mesmo o progresso é questionável. Quem apresenta este romance ambientado no coração da Amazônia é um homem em um vasto seringal, onde, a cada árvore sangrada, a borracha que dela escorre, como lágrima densa, apresenta uma faceta desse universo escrito com emoção e verdade. Tudo o que está nesta obra vai muito além da ficção: cada passagem da narrativa é real.


Garcia, ficcionista piauiense radicado no Rio de Janeiro e membro da Academia Piauiense de Letras, escolheu a Amazônia por sua importância e biodiversidade, contando histórias da região, dificuldades enfrentadas, o nascimento de amores e de cidades, derrotas e vitórias. A floresta Amazônica representa um terço das florestas tropicais do mundo, desempenhando papel imprescindível na manutenção da ecologia, da qualidade do solo, dos estoques de água doce e na proteção da fauna, da flora e da vida humana.


Nas palavras do autor, "transitando entre a solidariedade, a fraternidade e o amor, esta obra passeia por um momento singular: quando o Brasil perdeu o trem da prosperidade porque não havia dominado a tecnologia, perda essa causada pela inércia dos seus governantes, sustentados por uma elite dominante, egoísta e tacanha, cujas consequências o povo padece até os dias atuais."

留言


bottom of page