top of page

Trupe de palhaços arranca sorrisos em hospitais públicos


(Foto: Divulgação)

O período de internação em um hospital pode ser emocionalmente desgastante tanto para o paciente quanto para seus familiares. Visando tornar esse momento mais alegre, o grupo Os Cheios de Graça visita, sempre aos sábados, os hospitais federais do Andaraí e de Bonsucesso e o estadual Getúlio Vargas, levando sorrisos aos atendidos.


Composta por 20 palhaços voluntários, a trupe visita tanto o público infantil quanto o adulto. “A receptividade é muito grande. A gente leva muito pouco perto do que recebe dos pacientes, acompanhantes e profissionais de saúde que ficam extremamente felizes. Conseguimos tirar o foco da doença nem que seja por dez minutos”, comenta uma das coordenadoras, Kelli Bahia.


O projeto teve início recentemente – foi montado há quatro meses por participantes de outro grupo -, mas nesse tempo, já atraiu as atenções de um grande número de interessados. As aulas de formação de novos palhaços, que estão acontecendo em março, contam com 34 matriculados, que, quando aptos a atuar, mais que dobrarão o número de integrantes da ação. “Existe a ligeira impressão que palhaço de hospital é como o de circo, mas somos a paródia do médico. Temos todos os cuidados com figurino e maquiagem, além da biossegurança”, analisa.


“O trabalho de palhaçaria tem grupo de Whatsapp com todas as informações teóricas. Como surgiu o trabalho, montagem de figurino e maquiagem, como é trabalhar no hospital… Passamos as informações, as pessoas acompanham no seu tempo e no final, encontram no que chamamos de workshop. Elas passam os dias todos com a trupe fazendo dinâmicas de linguagem corporal e conhecendo o que pode ser feito ou não”.


As visitas aos hospitais acontecem sempre aos sábados. “Não conseguimos atender em dias de semana porque cada um tem sua vida. Eu sou diretora de escola”, exemplifica, mencionando que os voluntários têm a obrigatoriedade em irem aos hospitais, ao menos, uma vez por mês.


No dia 25 de março, haverá o encontro da turma de formação iniciada no começo do mês. Como o trabalho é todo voluntário, o grupo busca parceiros para colaborar com a data. “Não cobramos nada. A única coisa que estamos tentando receber seria doações para o lanche. Não precisa ser em dinheiro, pode ser em itens como pão, bolo, suco, qualquer coisa”, pede. O contato pode ser feito por meio do WhatsApp (21) 99657-8437 ou do Instagram @trupeoscheiosdegraca, onde deve ser anunciada, ainda no primeiro semestre, a próxima oportunidade de virar palhaço - a nova turma está prevista para ter início em julho.

Kommentare


Die Kommentarfunktion wurde abgeschaltet.
bottom of page