Igualdade de gênero: poetisa dá voz às mulheres silenciadas pelo patriarcado


Mestre em Teoria Literária, poetisa, crítica, escritora acadêmica e apaixonada pelas palavras desde 1948, quando tinha apenas 12 anos: essa é Darcy França Denófrio. Após quatro décadas da criação dos poemas, a autora traz para as páginas do livro À sombra de Eva a vivência em uma sociedade patriarcal que, constantemente, impossibilita a voz e plena autonomia das mulheres.


Registro das memórias da autora, que ultrapassa o nível meramente individual, a antologia coloca as mulheres no centro do discurso poético. Desde a extrema repressão vivenciada no internato de freiras espanholas, quando pequena, até a cultura extremamente machista do interior do Brasil, onde vive até hoje.

"Eu sou o que não sou: peias e amarras da civilização.

Eu sou 'eu’ censurado, amordaçado, por milhões de mãos [...]" (À sombra de Eva, p. 91)


À sombra de Eva é uma síntese do estado feminino: amoroso, erótico, social, intelectual. A cada verso da obra, a mulher se apresenta totalmente integrada ao meio cósmico que preconiza e experiencia a unidade com o homem, com a terra e com o céu.


A poetisa, autora de mais de 20 livros publicados, compartilha reflexões sobre a figura feminina no presente e também acerca da reparação de seu passado. Mais que relatar o feminino-feminista, a antologia encaminha os leitores ao arquétipo da própria vida, numa espécie de paraíso redimido.


Sinopse: Os versos desta antologia, desenvolvidos ao longo de quatro décadas por uma das mais importantes poetisas brasileiras contemporâneas, trazem uma figura feminina superior, totalmente integrada ao meio cósmico, uma sacerdotisa-feiticeira, como Morgana, que preconiza e vivencia a unidade com o homem, com a terra e com o céu. Mais que ao feminino, essa antologia nos encaminha ao arquétipo da própria vida, numa espécie de paraíso redimido. Enquanto muito se explora da polarização de gêneros, a poetisa elege o caminho da comunhão entre masculino e feminino. Os poemas flagram a mulher obscurecida pela sombra de Eva e restitui-lhe o canto, o da palavra falada e o da palavra escrita, em um testemunho denso, envolvente, de uma difícil simplicidade.

Darcy França Denófrio (Foto: Divulgação)

Sobre a autora: Darcy França Denófrio, nascida em 1936 em Goiás, exerceu o magistério em todos os níveis e publicou, já em 1970, pela Editora do Brasil, uma série didática sobre redação, adotada em escolas de todo o país. Autora de mais de duas dezenas de livros – sendo a maioria de ensaios críticos –, coleciona diversas premiações em todas as suas áreas de atuação. É considerada, pela crítica especializada, uma das mais importantes e completas escritoras de seu Estado, ao lado de Cora Coralina.