top of page

Espetáculo "O Vendedor de Sonhos", baseado no best-seller de Augusto Cury, volta aos palcos


(Foto: Divulgação)

Emoção, reflexão, questionamentos, relações humanas, conflitos, risos e transformação são alguns dos elementos que prometem tocar o público carioca na peça "O Vendedor de Sonhos", que, depois de três anos de sua última temporada no Rio, está de volta à Cidade Maravilhosa, em curtíssima temporada. A produção poderá ser vista em apenas quatro sessões: nos dias 14, 15, 25 e 26 de novembro, sempre às 20h.


A montagem, baseada no best-seller homônimo do escritor Augusto Cury, reestreia dia 14 de novembro no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea. O espetáculo, que acaba de ser finalista no Prêmio Bibi Ferreira nas categorias Melhor Peça de Teatro do Ano, por Voto Popular; e Melhor Ator em Peça de Teatro (Luiz Amorim), está em turnê há quatro anos pelo Brasil, trazendo em sua bagagem excelentes críticas. Já são mais de 300 apresentações realizadas em 60 cidades do Brasil, com uma plateia de 200 mil pessoas, até agora. "A peça teatral 'O Vendedor de Sonhos' não apenas vai levar ao riso intenso, mas também às lágrimas (ainda que elas não sejam encenadas no teatro do rosto, serão vivenciadas certamente no território da emoção). É uma peça teatral que vai impactar profundamente quem a assistir", promete Cury, que adaptou o texto para a linguagem do teatro. Em cena, os atores Luiz Amorim e Mateus Carrieri protagonizam essa comovente história, com um elenco de primeira, sob a direção de Guilherme Carrasco.


O livro "O Vendedor de Sonhos" é o romance mais vendido do escritor - traduzido em mais de 60 idiomas e que também virou filme - e é sua primeira obra a receber uma versão teatral. O que traz enorme satisfação ao autor. "Ver os atores participando, vivenciando os personagens que eu construí nas mais diversas situações estressantes em que eles passaram, e levando o espectador a fazer uma viagem para dentro de si mesmo para encontrar o mais importante endereço que poucos encontram, o endereço em sua própria mente, é de fato um grande prazer. Eu acredito que várias pessoas que assistirem perceberão que vale a pena viver a vida mesmo quando o mundo desaba sobre nós. Vale a pena conferir", convida Cury, médico psiquiatra e considerado o autor mais lido da década.


A trama conta a história do personagem Júlio César (Mateus Carrieri), que tenta o suicídio e é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o Mestre (Luiz Amorim), que lhe vende uma vírgula, para que continue a escrever a sua história. Juntos encontram Bartolomeu, um bêbado boa-praça, que decide unir-se a eles na missão de vender sonhos e de despertar a sociedade doente. Mas a revelação de um passado conflituoso do Mestre pode destroçar a grande missão do Vendedor de Sonhos.


Emoção à flor da pele

Essa trama vem atingindo em cheio os espectadores, que se identificam com os temas tratados e, muitas vezes, emocionam-se, como conta o diretor Guilherme Carrasco. "A intensidade das palavras de Augusto Cury acerta em cheio o coração da plateia, com a atualidade de temas como: a dificuldade nos relacionamentos familiares; o estresse do cotidiano que nos faz perder da beleza simples do dia a dia; a importância de nos autoconhecermos, para que assim possamos dar o nosso melhor nesse curto espaço de tempo que é a vida; além do importante aprendizado de levar a leveza do humor para as nossas a vidas, e assim, aprender a sorrir nos momentos mais difíceis”. Carrasco é cofundador do grupo Teatro do Osso, que fez o espetáculo “Canto para Rinocerontes e Homens”, com direção de Rogério Tarifa. Ele dirigiu o infantil “A Turma da Floresta Viva”, baseado no livro de Augusto Cury; e atuou em “Eleutheria”, com direção de Bel Teixeira, entre outros trabalhos de destaque.


Serviço:

Dias e horários: dias 14 (segunda-feira), 15 (terça-feira), 25 (sexta-feira) e 26 (sábado) de novembro, às 20h.

Classificação: 10 anos.

Duração: 70 min.

Local: Teatro Clara Nunes – Rua Marquês de São Vicente 52 (Shopping da Gávea) – Telefone: (21) 2274-9696.

Ingresso: R$ 120 (plateia) e R$ 90 (balcão); Meia: R$ 60 (plateia) e R$ 45 (balcão).

Link de venda:

Comentários


Os comentários foram desativados.
bottom of page