Copacabanense “vovó” Olívia comemora seus 90 anos no Santuário Nossa Senhora das Graças

Publicado na edição 357 (1ª quinzena de março de 2013)

Thayssa Rodrigues

Conhecida no bairro de Copacabana por sua vitalidade e dedicação, Olívia Fagundes Coelho, ou vovó Olívia, como prefere ser chamada, é a responsável pela conservação do Santuário Nossa Senhora das Graças, localizado no alto do Túnel Sá Freire Alvim. É essa senhora simpática e ativa que, desde 1976, se dedica a cuidar do local e a liderar um grupo de oração, com encontro marcado para rezar o terço, todas as terças e quintas, às 15hs.


Mãe de cinco filhos orgulha-se de tê-los encaminhado na vida, e conta com satisfação suas conquistas: Naura Aparecida formou-se professora em Las Vegas, Carmélia mora em Atlanta, Jânio Airtom está em Tóquio a trabalho, e dois de seus filhos, Berenice e José, moram no Rio de Janeiro, e comandam juntos a Clínica D´Pés, muito conhecida no bairro.


Aposentada há 41 anos como professora, vovó Olívia ainda encontra disposição para trabalhar três vezes por semana como assistente social voluntária na ABBR. Muito querida entre os pacientes, já conseguiu melhorias importantes para o local, como, por exemplo, a doação de 90 cadeiras de rodas. Sobre a rotina de trabalho, lembra-se emocionada do quanto lhe é compensador estar ali. “Me sinto muito feliz com o meu trabalho e a gratidão das pessoas. Uma vez, um rapaz de 18 anos, que precisou de uma perna mecânica, me enviou uma pintura minha feita a óleo com uma carta que dizia assim: ‘um abraço de gratidão por me ensinar a caminhar de novo!’, guardo comigo esse carinho até hoje”.


O segredo para tamanha disposição e graciosidade aos 90 anos é a paixão por tudo o que faz. Sua dedicação transforma-se em combustível para as atividades do dia a dia. Para não perder o pique e manter o ritmo acelerado de trabalhos, a aniversariante ainda encontra tempo para fazer academia três vezes por semana e caminhar nas horas vagas.


Como incentivo aos que pretendem chegar a essa idade com a mesma disposição, vovó Olívia deixa a perseverança como mais uma de suas lições. “Já sofri na vida, mas nunca perdi a fé e hoje posso dizer, em poucas palavras, como estou feliz em completar 90 anos”.


São muitos os admiradores desta senhora vitoriosa. Além da família, frequentadores do santuário já se tornaram amigos, e alguns, inclusive, ajudam nos cuidados do local, afim de torná-lo ainda mais aconchegante. Vovó Olívia deixa registrado seu carinho por todos eles e destaca a ajuda de D.Vitória, de 92 anos, que auxilia a cuidar do jardim e prepara bonitos arranjos de flores para enfeitar a pedreira, e a importante contribuição oferecida pelo Metrô, responsável pela troca de luzes e instalação de um bebedouro.


Com tantos amigos, o aniversário está sendo comemorado duplamente. Olívia ganhou uma festa no santuário que tanto ama e também, uma comemoração em Minas Gerais, sua terra Natal. Com um sorriso no rosto e muitas histórias para recordar, ela aponta o acolhimento como seu melhor presente: “sou uma pessoa muito querida. Gostaria de agradecer a todos os que me apoiam e, principalmente, a Deus, nosso Senhor, pois com a saúde e a coragem que tenho não conheço fronteiras” - finaliza.