Copacabana completa 129 anos


Fernando Reski e um dos bolos da comemoração (Foto: Horácio Magalhães - Sociedade Amigos de Copacabana)
Fernando Reski e um dos bolos da comemoração (Foto: Horácio Magalhães - Sociedade Amigos de Copacabana)

O aniversário de Copacabana foi marcado por acontecimentos diversos no dia 6 de julho. O bairro completou 129 anos e para não deixar a data passar em branco, tanto a Prefeitura quando o Governo do Estado prepararam uma programação especial para a ocasião. As associações de moradores também foram participativas e colaboraram para a realização das festividades.


Ainda no começo da manhã, a Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro apresentou-se, dando início ao primeiro dos acontecimentos. O governador Cláudio Castro esteve no bairro, anunciando a retomada das obras do Museu da Imagem e do Som (conforme publicado na página 11) e outra novidade que promete trazer melhorias para a região: a extensão do horário do programa de policiamento Copacabana Presente, com início imediato. Desde então, os agentes passaram a atuar nas ruas por mais seis horas, encerrando o expediente às 2h – antes, o patrulhamento era finalizado às 20h, o que gerava muitas reclamações principalmente no Posto 5. Tornando o anúncio festivo, uma enorme faixa parabenizado o bairro foi hasteada por um guindaste e os presentes cantaram “Parabéns” em volta de um bolo.


Quase simultaneamente, a Praça Serzedelo Corrêa foi endereço da festa promovida pelo Rio + Seguro. A comemoração contou com apoio da Associação de Moradores e Amigos dos Postos 5 e 6, Sociedade Amigos da Terceira Idade, Associação de Moradores Praça Cardeal Arcoverde, grupo Viva Leme e Sociedade Amigos de Copacabana, que ofereceram outro bolo aos presentes. O público ainda pôde prestigiar da banda da Polícia Militar. A banda da Guarda Municipal também se apresentou, mas online: o grupo promoveu uma live em seu Instagram

(@gmrio.oficial).


Em continuidade à festa, o Procon Carioca realizou atendimento presencial na própria praça. Foi a primeira vez que o serviço itinerante desde o começo da pandemia, distribuindo exemplares do Código de Defesa do Consumidor e ajudando a população a resolver problemas diversos envolvendo relações de consumo. Imediatamente ao lado, o atendimento móvel do 1746 também coletava demandas e encaminhava aos órgãos responsáveis.


Na Praça do Lido, a Comlurb destinou seus serviços à comemoração. O gari Renato Sorriso e o grupo Chegando de Surpresa se apresentaram, onde orientaram os frequentadores sobre a utilização correta do parcão e se divertiram e com os cães que estavam ali brincando. O presente ficou por conta da insalação de 50 contêineres de lixo em toda a extensão da faixa de areia de Copacabana e também do Leme e da manutenção de papeleiras em diversos pontos do bairro, além de outros serviços rotineiros, mas reforçados na data.


Por fim, diversas apresentaçõs artísticas foram realizadas em endereços variados e horários diversos, surpreendendo a população. Os shows, promovidos pelo Governo do Estado, ficaram por conta do quarteto de sopros do Som+Eu; da dupla Flávia Saolli (voz) e Kayo Calado (violão); do tenor Éric Herrero; do grupo de dança urbana Rua 21 e do grupo de dança de gafieira de Chris Aguiar.


À noite, a comemoração continuou na chocolateria Lugano, recém-inaugurada em Copacabana, mas que já chegou ao bairro festejando a data. O encontro contou, novamente, com a participação das associações de moradores e autoridades, que prestigiaram a apresentação da cantora Karina Duque Estrada e do ator Fernando Reski.