Confira dicas para manter sua casa longe do mofo

Informe publicitário

O clima na cidade do Rio de Janeiro é tropical marítimo, quente e úmido. A ocorrência de mofo em casa é praticamente uma constante em nossas vidas, não só afetando a saúde, principalmente das crianças e dos idosos, mas deteriorando imóveis, móveis, roupas e sapatos...


O primeiro impulso é sair comprando todo o anti-mofo que aparece, na tentativa de eliminá-lo de nossos lares. Seguindo a linha mais econômica, dos conselhos sábios de nossas avós, vamos espalhando pelos armários saquinhos com giz escolar ou cravos da índia; copos ou potes de vidro com bicarbonato de sódio, gesso ou cal, que devem ser trocados a cada seis meses. e folhas de louro. Para a higienização, fazer uma boa limpeza passando um pano com vinagre branco, por dentro dos armários, deixando secar com as portas abertas por 10 minutos e finalizando com um pano seco.


Bom, sabemos o que usar, com uma relativa eficácia, mas qual seria a melhor solução para minimizar tudo isso? Vamos às dicas?


De decoração:

• Armário de roupas e closet devem ser colocados em paredes internas, nunca os coloque nas paredes que dêem para o exterior do edifício, onde as intempéries vão atuar;

• Sempre que possível não devem ser colocados em parede de divisa com banheiro e cozinha, onde possa reter humidade ou acontecer um vazamento;

• Tanto os armários de banheiro quanto o dos quartos devem ser vazados, com portas ripadas, venezianas ou bites, para ventilação;

• Se possível arranje um local interno para fazer um roupeiro;

• Mesmo em paredes internas, o fundo dos armários deve ficar afastado da parede, evitando o contato direto parede/armário e, quando possível,

• Pintar as paredes com tinta anti-mofo, encontrada nos mercados.

De organização:

• A roupa não deve ficar guardada por muito tempo no armário, devem ser usadas com frequência, fazendo-se um rodízio;

• Não devemos acumular muita roupa, o armário necessita de espaços para que haja ventilação interna e permanecer arejado;

• O espaço entre os cabides deve ser de um dedo, para a circulação/ventilação;

• Ao sair para o trabalho, sempre que puder, deixe as portas abertas para arejar

• Pelo menos uma vez por mês, inverno ou verão, dê uma geral nos armários, limpe sapatos, bolsas, casacos, calças e saias de couro que são os que mais sofrem com o ambiente úmido.


Da saúde:

• Deixar sempre os quartos bem arejados,

• Mesmo no inverno, procurar deixar as janelas abertas para melhorar a ventilação,

• Quanto à farmacinha, coloque-a em local arejado, fresco, seco e ao abrigo da luz, para melhor conservação dos remédios.


Ana Valpaços: Tel.: (21) 99971-7118

anavalpacos.interiores@gmail.com