Faculdade oferece bolsas de estudos de R$ 43 mil no Canadá com permissão de trabalho


(Foto: Daniel Joseph Petty/Pexels)

A recuperação econômica é a principal preocupação para um mundo pós-Covid 19. Para o Canadá, a recuperação depende da imigração, e o governo canadense planeja oferecer residências permanentes a mais de 1,3 milhão de estrangeiros até o final de 2023.


O Canadá é um dos destinos favoritos dos brasileiros há algum tempo. Os estudantes são atraídos por um destino seguro e amistoso, que lhes permite trabalhar durante meio período, enquanto concluem um curso de ensino superior, havendo oportunidade de permanência para aqueles que queiram ficar no país permanentemente. De acordo com a Belta, Associação Brasileira de Viagens de Idiomas e Educação no Brasil, o Canadá tem sido o principal destino dos brasileiros nos últimos 13 anos. Em 2019, pelo menos 14.560 estudantes brasileiros tiveram um visto de permanência emitido no Canadá, um aumento de 6% em relação ao ano anterior, segundo dados do Consulado Geral do Canadá no Brasil.


Uma faculdade canadense especializada em carreiras criativas oferece bolsas especiais, com um valor equivalente a mais de R$ 43.000,00 cada, a alunos brasileiros que busquem formação acadêmica em e-business ou em pós-produção criativa. Localizado no centro de Montreal, o Trebas Institute é totalmente dedicado às necessidades das indústrias criativa e online. Para tornar esses cursos mais acessíveis e diversificados, a instituição de ensino com quarenta anos de tradição oferece bolsas especiais a estudantes de determinadas partes do mundo, inclusive do Brasil.


As bolsas estão disponíveis para programas curriculares com duração de dois anos, em "E-Commerce e Gerenciamento de Negócios Online" ou "Pós-produção de Áudio e Vídeo". Ambos os cursos são ministrados por líderes de mercado com vasta experiência e prestação de serviços ao longo de uma vida na carreira, que são disponibilizados pela faculdade para assegurar empregabilidade aos graduandos. Cerca 79,5% dos graduados do Trebas Institute encontram trabalho seis meses após a formatura.


Os estudantes brasileiros podem trabalhar meio período durante os estudos em Montreal e podem solicitar permissão para permanecer no Canadá com o Post Graduation Work Permit, uma permissão de trabalho no país, assegurando o direito de trabalhar em período integral por até três anos após a conclusão do curso de dois anos - totalizando os cinco anos necessários para o pedido de residência permanente. Os graduados podem até trazer suas famílias, com permissão para os cônjuges trabalharem em tempo integral e para os filhos estudarem no excelente e gratuito sistema de educação do Canadá. A residência permanente está disponível para estudantes e trabalhadores internacionais que desejam fazer do Canadá a sua casa ou seu novo país de moradia permanente.

Camilla Lopes mudou-se do Brasil para Montreal há 10 anos com o marido e hoje volta ao país para rever a família e passar as férias. Ela se tornou residente permanente do Canadá em 2013, tem dois filhos canadenses e fundou a agência de intercâmbio Hi Bonjour. “Mudar-me para o Canadá mudou minha vida completamente, a qualidade de vida me trouxe equilíbrio entre a vida pessoal e profissional”, disse ela. “O que eu mais amo é a segurança e a sensação de liberdade.”

Webinar:

Para saber mais sobre as oportunidades de estudar no Canadá e como se inscrever para receber bolsas do Trebas Institute, o aluno pode participar de um webinar gratuito no dia 2 de junho, registrando-se neste link. Camilla Lopes da Hi Bonjour terá a companhia online de Haniel Freire do Trebas Institute, com transmissão diretamente do Canadá.


Outras informações

  • O governo canadense oferecerá 401.000 permissões de residentes até o final deste ano, 411.000 no próximo ano e mais 421.000 residências serão concedidas em 2023. Mais autorizações estão sendo concedidas anualmente, devido ao impacto das restrições de viagens em 2020 que impactaram o fluxo normal de trabalhadores internacionais.

  • O Canadá é o sexto país mais seguro do mundo de acordo com o Índice de Paz Global e está classificado em quarto lugar (entre 40 países) no Índice de Vida Melhor da OCDE. O Canadá possui um impressionante sistema educacional com escolas públicas de alta qualidade e um bom desempenho no PISA, um teste internacional de níveis de leitura, matemática e ciências entre adolescentes.

  • Apesar de um fluxo constante para o Canadá, os brasileiros representam apenas 0,08% da população canadense. De acordo com os dados do Censo, havia mais de 29.000 brasileiros vivendo no Canadá em 2016. Os brasileiros estão bem espalhados pelas várias províncias do Canadá, embora Toronto seja uma das favoritas, com mais de um terço dos migrantes brasileiros se estabelecendo lá.

  • Uma em cada dez pessoas que vivem no Canadá não nasceu lá. Além do inglês e do francês oficiais, existem centenas de outras línguas faladas em todo o vasto país. Segundo dados oficiais, um terço dos negócios com pessoal remunerado são propriedade de imigrantes e 25% do pessoal do setor da saúde é estrangeiro.

  • Montreal é a maior cidade do Quebéc e a segunda cidade mais populosa do Canadá (depois de Toronto). É classificada como uma das cidades universitárias mais baratas do Canadá em acomodação, alimentação e transporte.