Coluna "Turismo": Egito (Cairo, Gizé, Alexandria, Luxor, Assuã, Dahab, Siuá)

(publicada na edição 512)

Templo de Abu Simbel (Foto: AussieActive/Unsplash)

O Egito é um país rico em belezas naturais e histórias que atravessam milênios. Situado no nordeste do continente africano, banhado pelos mares Mediterrâneo e Vermelho, além de ser cortado pelo Rio Nilo, é um destino conhecido e desejado por muitos turistas, que sonham em conhecer melhor sua cultura. Apesar desses atrativos, há muito mais a ser conhecido no local, cuja cotação da moeda é extremamente vantajosa para os brasileiros.


Cairo, a capital, e sua vizinha, Gizé, concentram grande parte das atrações turísticas, como as pirâmides de Gizé e o Museu Egípcio, que possui mais de 12 mil peças que contam a história da humanidade. Composto por diversas salas recheadas de artefatos e estátuas, é um passeio imperdível para todas as idades. Outro local turístico importante é a Cidadela do Cairo, construída entre os anos de 1176 e 1183 para proteger a cidade dos ataques das cruzadas europeiras e que foi utilizado como sede do governo egípcio por quase 700 anos.



A poucos metros de lá, o mercado a céu aberto Khan El-Khalili oferece grande variedade de produtos locais e restaurantes. É tido pelos turistas como o melhor local para fazer compras no Egito inteiro, com mercadorias mais baratas e de qualidade, além de ser um espaço convidativo para pechinchar preços ainda mais baixos. Outra área muito procurada pelos visitantes, principalmente os que buscam por turismo religioso, é a região conhecida como Cairo Copta, que engloba diversos templos, como a Fortaleza de Babilônia, o Museu Copta, a Igreja Suspensa, a Igreja de São Jorge e muitas outras igrejas ortodoxas coptas, assim como sítios históricos.


Outra cidade que também merece ser conhecida é a litorânea Alexandria, no litoral do Mar Mediterrâneo. Fundada por Alexandre, o Grande – rei do antigo reino grego da Macedônia, no século IV a.C. – ela carrega história desde o seu nome. Os palácios, os museus e a biblioteca são pontos turísticos importantes para quem busca entender mais da história local da cidade, que possui um dos portos mais antigos do mundo em atividade até os dias atuais. Além disso, é possível investigar melhor a mitologia que envolve uma das maiores tragédias da humanidade, a destruição da Biblioteca de Alexandria, evento que divide historiadores, pelo menos, desde o século XVII.

Alexandria (Foto: Kartik Singh)

Luxor e Assuã (Aswan, em inglês) são outros destinos cobiçados pelos turistas. Muitos optam por visitá-las atraés de cruzeiros pelo Rio Nilo, que dura em média três dias, com diversas paradas em monumentos como os templos de Luxor e Karnak, além dos vales dos Reis e das Rainhas. Outro atrativo de Luxor é o passeio de balão, com diversas opções de horários de saída. Um dos mais cotados é o que permite ao público assistir o nascer o sol, o que exige disposição para acordar bem cedo!

Templo de Luxor (Foto: Yasin Sönmez)
Templo de Luxor (Foto: Yasin Sönmez)

Apesar de o foco turístico ser concentrado nessas cidades, outras menos divulgadas também merecem atenção. A costeira Dahab, situada na Península do Sinai, é considerada um dos mais belos destinos do Egito. A antiga vila de pescadores concentra atrativos naturais perfeitos para merfulhadores, como o Blue Hole, um dos melhores lugares do mundo para a prática, e o Three Pools, além da incrível Blue Lagoon, com as águas mais azuis do Egito e com opções variadas de lazer. Perto de lá, Santa Catarina abriga o mosteiro homônimo, construído no século VI, além de também ser a cidade do Monte Sinai, local que, segundo escituras religiosas, Moisés teria recebido as Tábuas da Lei (ou os Dez Mandamentos). A subida ao seu topo, o ponto mais alto do país, demora cerca de quatro horas e a experiência de repetir o caminho feito pelo profeta faz com que muitas pereginações cristãs, judaicas e islâmicas visitem o local

Praia em Dahab

Camelo em Dahab

O lado oposto da Península do Sinai, há o oásis de Siuá (Siwa), que é imperdível. Considerado por muitos a melhor destino para se visitar no Egito, é repleto de lagos salgados, piscinas naturais e templos. O safári pelo deserto de Siuá torna o passeio ainda mais mágico: nele, pode-se acampar com direito a fogueira e muita música.

Lago salgado em Siuá (Foto: Yasin Sönmez)
Siuá (Foto: Yasin Sönmez)

Ficou interessado em conhecer o Egito? Procure algum dos anunciantes do Jornal Posto Sei e agenda sua visita.