Coluna "Turismo": Belize

(publicada na edição 523)

Imagine praticar esportes variados em cenários belíssimos. Isso é possível em Belize, país localizado na América Central e banhado pelo incrível mar caribenho. A paisagem paradisíaca conquista todos os turistas,que jamais esquecem o tom azul das águas. Por isso, que tal aproveitar as próximas férias para conhecer esse paraíso?


Diversas companhias aéreas oferecem vôos para Belize City, mas todas fazem escala em alguma outra cidade (geralmente Miami, nos Estados Unidos) – não há voos diretos para lá, então, fique atento sobre a necessidade de visto para a conexão. Em relação à hospedagem, as opções são muitas: há desde hotéis tradicionais, instalados em imóveis da década de 1920, até os das grandes redes.


Cerca de 40% do pequeno terrítório, cujo tamanho equivale ao do estado de Sergipe, éd estinado às reservas naturais. Uma delas é Mountain Pine Ridge Forest, onde pode-se realizar caminhadas por trilhas, rafting e equitação. A variedade de animais na região é imensa, mas é mais fácil visualizá-los na Crooked Tree Wildlife. Há também o santuário Cockscomb Basin, o primeiro no mundo criado para proteger jaguares.


Para os amantes do esporte, as atividades são diversas: pode-se praticar pesca esportiva, windsurf, vela, mergulho (com snorkel ou tanque). Nessa última modalidade ,é comum a companhia dos tubarões-baleia, espécie dócil que migra para a região entre março e junho.


É em Belize que se localiza o Great Blue Hole, buraco no meio do mar com 300m de diâmetro e 125m de profundidade, que pode ser visto do espaço. A caverna subterrânea atrai muitos mergulhadores, que têm a oportunidade de visualizar animais como arraias e diversas espécies de peixes entre as estalactites. Graças à tonalidade cristalina da água, a luz solar costuma chegar até 60m, permitindo um mergulho único.


As ruínas maias também merecem ser visitadas. Na cidade arqueológica de Caracol, o prédio conhecido como Canaa é um dos favoritos dos turistas, com seus 43m de altura. A antiga Lamanai é outra muito apreciada devido à mistura: os indícios dos antigos moradores misturam-se com a herança espanhola deixada após a chegada dos europeus no século XVI.


O idioma local de Belize é o inglês, devido à colonização britânica que aconteceu a partir do século XVII. No entanto, é comum que as pessoas também falem espanhol ou kriol. Os turistas devem prestar atenção nas condições climáticas do ano antes de planejar a viagem: o clima tropical possui uma estação seca e a outra, chuvosa. São recomendados de quatro a seis dias para a proveitar bem o destino, onde o gasto diário médio varia entre 100 e 200 dólares.