Conheça três dicas essenciais para cuidar da pele e pelagem de cães e gatos


(Foto: Shutterstock/Divulgação PremieRpet®)

Pelos fortes e brilhantes em cães e gatos, além de revelarem a beleza e exuberância, desempenham um papel importante de proteção que reflete diretamente na saúde dos pets. Isso porque a pele e a pelagem são um indicativo do bom funcionamento do organismo, resultado de uma boa alimentação e de uma rotina de cuidados.

Enquanto a pele forma uma barreira para bloquear perigos físicos, químicos e microbiológicos, a pelagem ajuda na proteção da pele em si, que é o órgão mais extenso e visível do corpo. Por exercerem um papel tão importante no organismo, é essencial que essa dupla poderosa – pele e pelagem – seja bem cuidada.

"A pele e o pelo não possuem somente a função de deixar o pet mais bonito, mas também desempenham importantes funções metabólicas, como a proteção contra agentes infecciosos e o controle da temperatura interna", afirma o médico-veterinário Flavio Silva, mestre em nutrição de cães e gatos e supervisor de capacitação técnico-científica da PremieRpet®.

Por isso, é importante seguir algumas dicas para cuidar da pele e pelagem de cães e gatos, contribuindo para o bem-estar, longevidade e saúde do animal.

1. Alimentação balanceada de alta qualidade

A alimentação interfere diretamente no desenvolvimento da pele e pelagem. Por isso, a recomendação de Flavio Silva é sempre ofertar uma nutrição balanceada de alta qualidade. Ele destaca que baixas concentrações de zinco, biotina e ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6) no organismo do animal podem causar descamações e quebras na barreira de proteção da pele, deixando-a exposta a bactérias que podem causar infecções, além de deixar o pelo opaco e quebradiço.

"Alimentos de alta qualidade contêm níveis ótimos de proteínas, gorduras, vitaminas e minerais, auxiliando na prevenção de alterações na pele e pelagem de cães e gatos", esclarece o especialista. Caso o pet apresente algum tipo de alergia alimentar, é recomendado consultar um médico-veterinário para oferecer uma dieta equilibrada e seguir um tratamento orientado.

2. Atenção aos banhos

Cuidar da higiene é sempre importante, mas é preciso atenção à frequência dos banhos e aos produtos utilizados. Banhos em excesso, por exemplo, podem interferir na oleosidade natural da pele do pet, diminuir a barreira de proteção e facilitar infecções. Além disso, a pele dos animais é muito sensível, por isso os produtos utilizados no banho devem ser exclusivos para a espécie, com formulações adequadas para os pets.

3. Escovação diária é importante

Acostumar o pet desde filhote com a escovação diária é de grande importância, pois ajuda a eliminar células mortas e pelos soltos. Para os gatos, essa prática é ainda mais necessária porque ajuda a evitar as famosas bolas de pelo. A escovação pode ser feita em casa, pelo próprio tutor, ou por profissionais de estética animal, que são treinados para esses cuidados com a pele e pelagem (groomers). Uma dica é prestar atenção na escolha da escova, que deve ser adequada para não machucar nem quebrar os fios.

De acordo com Flavio Silva, é essencial que os tutores incluam esses três cuidados na rotina dos pets e que exista sempre um acompanhamento profissional. "É fundamental fazer um trabalho de conscientização dos tutores para mostrar que esses cuidados não são somente pela beleza, mas também para que os pets vivam mais e com mais saúde", finaliza.