Morador do Vidigal, escritor lança livro com crônicas sobre a pandemia



O escritor Olavo Wyszomirski lançou, em dezembro, o livro “As Crônicas da Pandemia – Soltando Os Bichos Durante a COVID-19”, que teve duas adaptações prévias para o audiovisual, em formato de curtas-metragens, ambos premiadas. Ao todo, 20 textos abordam o tema.


A publicação é dividida em duas partes. Na primeira, 19 crônicas passeiam pelos acontecimentos de 2020 e 2021, quase sempre evidenciando o “animal” interior “liberto” em cada um durante o período. Já a segunda traz o texto “Boneca de Pano. E remendada”, que aborda um tema sensível e recorrente durante o período de isolamento social: relacionamentos abusivos.


O assunto foi tratado por meio da personificação de uma boneca de pano e foi o primeiro a ser transportado para as telas, sob a direção de Darília Rocha. Outra produção foi realizada por Elaine Rollemberg, dessa vez apresentando ao público três dos textos selecionados para o livro. Ambos estão disponíveis nos canais da FUNARJ e foram realizados seguindo os protocolos de segurança.


A coletânea é terceiro livro de Wyszomirsk, baiano radicado no Rio há mais de 20 anos. Estreou no meio literário com “Lugares”, com sete contos de terror, cada um em lugar do mundo. Em seguida, escreveu “Histórias do Vidigal”, retratando o bairro onde vive. Na sequencia, publicou “A Lírica Da (In)Certeza”, de poemas e aforismos; e “Meu Amigo Lázaro”, seu primeiro infantil, lançado já durante as restrições decorrentes do cenário de saúde público e que dialoga com as crianças sobre a perda de alguém, o que o levou a ser adotado pela Prefeitura de São Paulo através do programa “Minha Biblioteca”.


“As Crônicas da Pandemia – Soltando Os Bichos Durante a COVID-19” foi lançado pela editora Livros Ilimitados em www.livrosilimitados.com.br.