Coluna "Turismo": Canadá (pistas de esqui)

(publicada na edição 499)


As altas temperaturas do verão carioca dividem opiniões. Há quem as ame, mas também há pessoas que dariam tudo para trocá-las pelo frio. Se você faz parte desse segundo grupo, que tal se programar para passar essa temporada esquiando? O Canadá é o destino perfeito para isso entre os meses de novembro a maio, com estações imperdíveis que agradam desde os iniciantes até os profissionais.


Na cidadezinha de Whistler, a duas horas de Vancouver, localiza-se o complexo Whistler Blackcomb, que engloba duas montanhas cujos nomes batizam o conjunto. Somadas, elas resultam na maior área destinada ao esqui da América do Norte e, segundo algumas fontes, do mundo, o que faz do local um dos mais importantes para a atividade. Anualmente, o local acumula, em média, mais de 11 metros de neve.

Whistler (Foto: Tourism Whistler/Chad Chomlack)

Há quem prefira as pistas de Lake Louise, uma estância situada na cidade de Banff e onde a neve é bastante suave. Recentemente, o resort homônimo, situado na base da montanha, foi premiado como o melhor destinado à atividade do Canadá pela quinta vez em seis anos pelo prestigiado World Ski Awards, além de ser considerado um dos três melhores do mundo, mas o vilarejo que dá nome à pista transmite ao viajante a sensação de entrar numa imagem de um cartão-postal. O belíssimo lago verde que enfeita a região vira uma enorme pista de patinação no gelo nessa época.

Lake Louise (Foto: Paddy Pallin)

A área reserva outras atrações como Banff’s Sunshine Village, que tem uma particularidade: em alguns das pistas, os esquiadores passam tanto pela província de Alberta como de Columbia Britânica, já que o local está situado exatamente na fronteira de ambas. Ali, três montanhas sediam pistas para todos os gostos como Delirium Dive, uma das mais cobiçadas do planeta por ser bastante íngreme e acidentada, o que faz dela indicada apenas com experientes.


Mais a sudoeste fica a Big White com seus 118 percursos, mas que também é famosa por suas atrações para as crianças - esse público encontra o que fazer em todos os endereços, mas o o centro de atividades infantil do resort que divide o nome com o local foi escolhido como o melhor do ramo. Trata-se do local perfeito para os pequenos serem introduzidos no esporte, mas caso eles prefiram outra atividade, não tem problema: há muitas opções do que fazer ali. Lazer, não falta!


Perto dali fica Revelstoke, que também proporciona diversas atrações no verão. Localizada na margem de um belíssimo rio, o local mescla a experiência de estar numa cidade pequena com a sensação de esquiar numa grande montanha, que proporciona a descida mais vertical da América do Norte. Um dos resorts do local oferece ainda a possibilidade de esquiar horas antes da abertura oficial das pistas, proporcionando um contato exclusivo com o local mediante a compra do pacote especial (comercializado por um valor bastante inferior aos dos ingressos).


O Canadá oferece ainda muitas outras opções para os amantes dos esportes de neve. A temporada de 2019 já está chegando ao fim, mas agora é a hora para se programar para aproveitar o próximo inverno por lá. Contacte os anunciantes do Jornal Posto Seis e reserve seu pacote.